Zé da Rosa comemora 93 anos






Num qualquer recanto do jardim do Éden, onde, supostamente, estará a habitar, a Rosa deve estar em júbilo e a desejar as maiores felicidades, ao seu rebento. Na dimensão da eternidade, o Zé está, ainda, na 1ª infância! Este comemora a bonita idade de 93 anos, em plena forma mental! A física, não é, mas quase, ainda o suficiente, para lhe permitir caminhar nas veredas da vida!

Ainda assiste e opina sobre as traquinices da sua descendência, que já vai na 3ª geração. Onde vai dominar o poder feminino, (!?), já que são três bisnetas as suas últimas representantes. Na 1ª geração, já predominaram as mulheres: quatro raparigas e um rapaz; na 2ª, a natureza fez uma pequena correção, colocando o domínio masculino, com seis netos e apenas três netas! Nesta 3ª geração, a natureza arrependeu-se (!?) e repôs a primeira versão: três bisnetas, das quais a mais velha, a entrar na fase da adolescência, tem o privilégio de ter a nacionalidade e viver num país que ainda parece ter algum futuro Americana de gema, prolonga no tempo e no espaço a herança genética que o ZÉ da Rosa deixou por terras do Tio Sam. Uma linda morenaça, orgulho dos pais, avós e deste bisavô babado! Com a força de sangue latino a latejar-lhe nas veias, augura-se-lhe um futuro promissor!
Uma digna sucessora da Hillary Clinton? Quem sabe! Houve já, portugueses que se afirmaram nesta sociedade e ficaram para a história americana. De imediato, ocorrem-me à memória o escritor John dos Passos, que atravessou dois séculos, XIX e XX e o atual e ilustríssimo António Damásio cujo sucesso na investigação neurológica, tem dado cartas! São apenas dois nomes que evoco, mas não quero ser injusta com tantos mais.
Parece que a esperança do mundo são mesmo, as mulheres! Quando o poder é confiado aos homens...........temos o resultado....a dois passos de coelho!
Apesar da sua já avançada idade, o bisavozinho, ainda formula desejos de viver mais um! É modesto a pedir para si, mas pródigo a desejar aos outros! Coisas de gente de boa cepa! Daquelas de que já pouco resta!
Mª Donzília Almeida
15.10.2012
- Posted using BlogPress from my iPad

Comentários

dom.Zília disse…
Pouco habituado ao "glamour" das "Birthday parties", o aniversariante escusou-se e referiu o excesso de zelo da sua prole...que não era necessário!Não fora acostumado, na vida, a estas manifestações de afeto e apreço! A vida fora demasiado dura, para estas mordomias! Mas, no ato de apagar as velas, o apego à vida, falou mais alto e deixou escapar lá do fundo, o desejo de mais um ano de vida! Para confirmar esse aparente desapego pelas "festas", contou o episódio da sua chegada da tropa,depois de ter cumprido o serviço militar, no dia em que fazia 22 frescos anos!O Zé era, na altura, um esbelto e bonito rapaz, que fazia andar a cabeça, à roda, às moçoilas do seu tempo! Nenhuma o recebeu, com um bolo e lhe cantou os parabéns! E...ele havia de ter gostado, aposto! A "Luz" só se "acendeu"...no ano seguinte!
Não havia, nessa época, uma "Pérola da Ria", ali, ao virar da esquina! Retrucou-lhe, de imediato, uma filha. Só as "Pérolas do Adriático", mas ainda não haviam sido descobertas!
Anónimo disse…
Pouco habituado ao "glamour" das "Birthday parties", o aniversariante escusou-se e referiu o excesso de zelo da sua prole...que não era necessário! Não fora acostumado, na vida, a estas manifestações de afeto e apreço! A vida fora demasiado dura, para estas mordomias! Mas, no ato de apagar as velas, o apego à vida, falou mais alto e deixou escapar lá do fundo, o desejo de mais um ano de vida! Para confirmar esse aparente desapego pelas "festas", contou o episódio da sua chegada da tropa,depois de ter cumprido o serviço militar, no dia em que fazia 22 frescos anos!O Zé era, na altura, um esbelto e bonito rapaz, que fazia andar a cabeça, à roda, às moçoilas do seu tempo! Nenhuma o recebeu, com um bolo e lhe cantou os parabéns! E...ele havia de ter gostado, aposto! A "Luz" só se "acendeu"...no ano seguinte!
Não havia, nessa época, uma "Pérola da Ria", ali, ao virar da esquina! Retrucou-lhe, de imediato, uma filha. Só as "Pérolas do Adriático", mas ainda não haviam sido descobertas!

Maria Donzília Almeida

Mensagens populares deste blogue

A Ponte da Cale da Vila que ruiu

Um retrato bonito da Gafanha do Carmo

A Borda