TECENDO A VIDA UMAS COISITAS - 322


PITADAS DE SAL – 52 



ONDE VOCÊ COLOCA O SAL? 

Caríssima/o: 

Nesta quadra e com o tempo que sopra violento lá fora a tentação de nada bulir é forte… 
Porém, a magia que se respira e gostaríamos de espalhar como pozinhos de perlimpimpim, lá nos anima a prosseguir. 
Deixo-vos com um “conto” em que o sal é fundamental para a conclusão… E esta, sim, pode aproximar-nos do Menino… 

«Certo dia, um velho Mestre enxergou ao longe um dos seus discípulos preferidos que estava cabisbaixo e aparentando profunda tristeza. Lentamente, aproximou-se e pediu ao jovem que colocasse um punhado de sal num copo de água e bebesse. 
Logo o Mestre perguntou: “Qual é o gosto?”. 
E o discípulo respondeu: “Ruim”. 
Com um leve sorriso nos lábios, o Mestre indicou ao jovem que o seguisse até à beira de um lago nas proximidades. Ali chegando, disse ao jovem que novamente enchesse a mão com sal e atirasse para a água do lago. 
A seguir o velho Mestre disse ao discípulo: “Beba um pouco dessa água”. 
Enquanto a água escorria do queixo do jovem, o Mestre perguntou: ”Qual é o gosto?”. 
Assim que terminou de sorver o líquido, o rapaz respondeu: ”Bom!” 
O Mestre perguntou: ”Você sente o gosto do sal?” 
E o jovem disse: ”Não”. 
Então o Mestre sentou-se ao lado do jovem, pegou nas suas mãos e falou: “A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos. Quando você sentir dor, a única coisa que deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está à sua volta. Por outras palavras: É deixar de Ser copo para se tornar um Lago.”» 

Manuel



Comentários

Mensagens populares deste blogue

A Ponte da Cale da Vila que ruiu

Um retrato bonito da Gafanha do Carmo

A Borda