O ANO EM QUE O MEU PAI NASCEU

TEXTO DE JOÃO MARÇAL


João Maria Marçal (1912-1988)

​Quando o meu pai nasceu (7 de Maio de 1912) a terra onde viu pela primeira vez a luz do dia era freguesia havia menos de dois anos. Já muito tinha crescido o que a levou a esse facto. Não foi em vão todo o trabalho dos seus antepassados (Rochas, Patas, Varetas, Rodrigues e Marçais) e outras famílias como a dele que aqui labutaram criando a Gafanha da Nazaré.​
​Não havia electricidade e as estradas eram poucas e ensaibradas: a primeira a ser construída atravessava a Gafanha da Nazaré desde próximo dos Estaleiros Navais até à Barra. Fazia parte do plano de ligação de Aveiro à Costa Nova. A segunda ligava a Gafanha de Aquém à Chave e era muito recente. O resto eram caminhos de carroça que em alguns casos funcionavam como valas em épocas de muita chuva. Estradas florestais, nem vê-las. No entanto já se zelava pela floresta onde foram empregues muitos gafanhões no plantio de pinhal e abertura e manutenção de valas de escoamento da água da chuva.

Os trabalhos resumiam-se à Agricultura. Pesca do Bacalhau. Salinas e Construção Naval. No entanto havia progresso em curso o que espantava muita gente pela má qualidade agrícola dos terrenos à partida.
​Foi inaugurada a nova Igreja Matriz da Gafanha da Nazaré, implantada no meio da freguesia apesar de não ser aí a área mais povoada.
​Em Aveiro, no Convento de Jesus é criado o Museu de Aveiro por portaria de 7 de Junho.​
​Neste ano (1912), Portugal participou pela primeira vez nos Jogos Olímpicos de Verão em Estocolmo, ficando com a triste recordação da morte do maratonista José Lázaro por desidratação.
​Na Galiza um grupo de 200 monárquicos portugueses comandados por Paiva Couceiro continuava à espera de oportunidade para combater a república recentemente instalada no nosso país. Esta permanência estava a causar descontentamento em Espanha uma vez que a república havia sido aceite internacionalmente e exigia a deportação dos monárquicos.
​Em Janeiro dão-se os primeiros conflitos grevistas no Alentejo onde a Cavalaria é mandada avançar contra os rurais de Beja daí resultando um morto e vários feridos. Seguiu-se a primeira grande greve geral de âmbito nacional.
​Portugal estava então a braços com uma epidemia de tifo que alastrava sobretudo nos meios urbanos. O auge estendeu-se de Março a Maio.
​Nasceu em Saint-Jean-de-Luz (França), Maria Adelaide de Bragança, infanta de Portugal e tia do actual Duque de Bragança. Chegou aos cem anos de idade.
​Deu-se o naufrágio do transatlântico Titanic durante a sua viagem inaugural. Possuía 29 caldeiras de vapor, 2 máquinas a vapor alternativas e 1 turbina a vapor para movimentar 3 hélices que lhe conferiam uma velocidade de 23 nós. Na Gafanha da Nazaré e noutros portos do país continuavam a existir navios de propulsão só à vela.
​Nasceu Werner von Braun responsável pelo desenvolvimento dos mísseis alemães usados na 2ª Grande Guerra e mais tarde já nos EU pelos foguetes espaciais entre os quais o Saturno V que permitiu a 1ª viagem tripulada à Lua em 1969.
​Enfim, 1912 foi fértil em acontecimentos, mas para mim o mais importante foi o nascimento do meu pai em 7 de Maio, uma terça-feira.


- Posted using BlogPress from my iPad

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A Ponte da Cale da Vila que ruiu

A Borda