O GATA SEMPRE VAI RENASCER?




O GATA (Grupo Activo de Teatro Amador) foi fundado em 27 de Setembro de 1973 e os ensaios decorriam no edifício da Casa do Povo, na Chave, cujo presidente era o Dr. Humberto Rocha. A primeira peça a subir ao palco, no salão paroquial da Gafanha da Nazaré, foi “O Mar”, de Miguel Torga, no dia 13 de Julho de 1974, «perante 800 espectadores, num espaço calculado para 400 pessoas sentadas», como se lê no jornal Timoneiro desse mês e ano. 
É justo lembrar alguns nomes desse memorável espectáculo:
Artistas: Eva Gonçalves, Fátima Ramos, Irene Ribau, Eduarda Fernandes, Fátima Gonçalves, Dinis Ramos, José Alberto, Carlos Margaça, Horácio Bola, Carlos Bola, Herlander Loureiro, Alberto Margaça e Silvério Marçal.
Ensaiador, Augusto Fernandes; Encenador e Sonoplasta, Humberto Rocha; Luminotécnico, Eduardo Teixeira; e Contra-regra, Luís Miguel.
Outras peças se sucederam e novos espectáculos surgiram, quer na Gafanha da Nazaré, quer noutras terras do país, numa permuta saudável com vários grupos de teatro.

NOTAS: 

1. Ao abordar este assunto, não posso deixar de manifestar a minha tristeza ao verificar que o Teatro, para além do GATA, nunca conseguiu impor-se entre o nosso povo. As diversas manifestações teatrais, esporadicamente levadas a palco, não passaram disso mesmo.
Há décadas, muitos jovens mostraram à saciedade que tinham jeito e talento, mas nunca conseguiram dar o salto para voos mais altos.
Presentemente, com as condições de que dispõe a Gafanha da Nazaré, seria óptimo que os mais entusiastas pela arte de Talma se congregassem para ressuscitar o GATA ou para avançar com outro projecto, quiçá diferente, alimentado para outros sonhos.


2. Evoco hoje com estas simples linhas a necessidade de acordar a nossa juventude, de todas as idades, para esta vertente da arte. Consta-me que a ADIG já pensou nisso e que até já trocou impressões com Humberto Rocha, um gafanhão muito dado a iniciativas que mexam com as pessoas. Gostaria de o ver a recomeçar o teatro entre nós, fazendo ressuscitar o GATA que ele próprio ergue há anos. Se ele quiser, a aposta terá garantias de sucesso.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

A Ponte da Cale da Vila que ruiu

A Borda