sábado, 25 de julho de 2009

António Ribau

"O mar estava ruim. Que fez ele? Carregou a pistola e na antiga cadeia do Forte, que pertencia aos pilotos da Barra, tomou posição e mandou entrar o navio que entrou mesmo. Se a sua ordem desse para torto, seria o seu último dia de vida. Tal não sucedeu. A propósito de superstições e bruxas a desenfeitiçar pescarias leia-se a curiosíssima página do livro “Nossa Senhora da Nazaré” referente à fundação da capela do senhor dos Aflitos ou a correspondente da Monografia."
Manuel Olívio da Rocha
Ler mais aqui

Sem comentários:

ÍLHAVO NÃO É SÓ MAR...

Um texto de Manuel Cardoso Ferreira  Mulheres da Gafanha (Do livro "As mulheres do meu país", de Maria Lamas) Em Ílhavo ...