TECENDO A VIDA UMAS COISITAS – 341


POSTAL DO PORTO – 206 


COCHA… PONTAS DE FIOS!... 


Caríssima/o: 

Reparei num capítulo dum livro que um dos meus netos anda a ler: “Os cinco nós que todos devem saber fazer”. E a seguir vem o nome e a explicação desses nós: nó direito, nó de oito, lais de guia pelo chicote, nó de escota ou singelo e volta de fiel. Todos muito simples e que nos podem ser muito úteis pela vida fora. 
Pegando num fio para praticar, não foi nada fácil que estava cheio de cocha. 
E então relacionei com a visita, ao quintal, do meu Compadre e, perguntando-lhe o que andava a fazer, logo me respondeu, mostrando-me uma meada de fio: 
- Vou tirar a cocha a este fio! 
Já conhecia a palavra, mas desta vez resolvi compulsar os dicionários e foi num já antigo que encontrei a melhor explicação: 
“Cócha f. Cada um dos ramos que, torcidos, formam um cabo de embarcação.//Torcedura de cabo. 
Côcha f. Prov. Gamela ou vaso, o mesmo que côcho. // Tabuleiro com rebordos, para conduzir cal amassada.” 

Era no tempo em que ainda se usavam acentos e, curiosamente, neste caso ajudam e de que maneira! 
Podia contar-vos que ele atou uma das pontas do fio ao portão, junto da rua, e foi desdobrando, os cinquenta e tal metros pelo caminho, com todo o cuidado e desfazendo os nós e os embaraços; depois de todo o fio esticado, deixou a ponta do fio caída no chão e regressou ao portão. Com o fio nas mãos, foi-o destorcendo e recolhendo… Já ia na terceira meada e, como eu estava concentrado noutra tarefa, ouvi: 
- Olha, vai ali e tira aquele pauzito que me está a estragar tudo! 
De facto, o “tal pauzito” lá estava ensarilhado na ponta do fio e não deixava destorcer  Mas como é que ele, àquela distância, “via” o pauzito? 
Aproximei-me do portão e ele explicou: 
- Repara: tenho de fazer muita força e não fica nada em condições, não tira a cocha… 
O fio que tinha recolhido não estava com as voltas regulares e algumas retorcidas. Concluiu: 
- Tenho que voltar ao princípio e tornar a fazer!...

Afinal a vida de pescador tem que se lhe diga! 

Manuel

Comentários

Ana Maria Lopes disse…
Pois, pois, há muito boa gente que não sabe o que é «cocha», com o aberto.

Mensagens populares deste blogue

A Ponte da Cale da Vila que ruiu

Um retrato bonito da Gafanha do Carmo

A Borda