quarta-feira, 6 de março de 2013

A história do Palheiro de José Estêvão



Há personalidades que precisam e merecem ser lembradas para mantermos vivas as nossas memórias. José Estêvão é uma delas. Quem há na região aveirense, e não só, que ignore esta verdade?
Senos da Fonseca tem escrito muito sobre as nossa terras e nossas gentes. Reli hoje um texto que escreveu sobre o grande tribuno e seu conhecido palheiro da Costa Nova, que partilho aqui. Nele também evoca a famosa Joana Gramata, "a maluca", com arte e graça. Vale a pena ler...


Fonte: Senos da Fonseca

- Posted using BlogPress from my iPad

Sem comentários:

Escabeche de enguias em pão de algas

Com votos de bom apetite, que não há-de faltar, e bom proveito. Nota: Publicado na agenda "Viver em..." da CMI